22 de fev de 2018

211. QUANDO OS FILHOS EDUCAM.


Sempre penso no processo da maternidade por diferentes ângulos. Ultimamente sondo o que tenho vivido: quando os filhos educam. Noto-me com minha mãe e me percebo educando-a em algumas facetas. Noto-me com minhas filhas e as percebo educando-me em alguns aspectos. Fico feliz e tiro uma conclusão: Fizemos um bom trabalho. Não me refiro às crianças pequenas que educam os pais numa perigosa inversão de papéis. E nem às tantas educações que os filhos nos proporcionam sem nem perceberem. Digo de filhos já mais amadurecidos que educam intencionalmente os seus pais. E isto é fazer um bom trabalho? Ser educado pelos filhos? Sim, eu creio que sim.
Quando minhas filhas me educam ou eu educo minha mãe, faz-se claro que entendemos que somos seres em construção, eternos aprendizes. Além disso, demonstra que há uma relação de valorização e de amorosidade entre mãe e filha, que vai além de uma feliz aparência. E ainda, que há transparência, abertura, diálogo, profundidade, confiança, democracia, numa relação que não foi construída a qualquer preço. Quando os filhos nos educam é sinal de que souberam ir além do que ofertamos. E voltam para nos ajudar a perceber o que há para melhorar em nossa realização de vida. Quando minhas filhas me educam, sinto paz e alegria tamanha a percepção que alcançaram de si, do mundo e dos outros. E sigo educando sem deixar de aproveitar-me do imenso privilégio deste fruto educacional que é ser educada pelos filhos.

2 comentários:

  1. Amei a reflexão, Ligia! Essa troca de aprendizados é linda e prazerosa mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Texto maravilhoso! Reflexão incrível! Eu amo ser educada e educar você! Obrigada por essa troca! Te amo

    ResponderExcluir