12 de mai de 2015

146. AMO QUANDO A CRIANÇA ME DÁ UM NÓ!

Sistema ósseo: estrutura para o que viria.

Assisti com uma criança um vídeo lindo da BBC tendo como fundo a música “What a wonderful world”. A letra, falada em poesia, era ilustrada por maravilhosas imagens da natureza. Plantas, animais, rios, mares, sóis e luas movimentavam-se em versos a encantar nossos sentidos. E eis que a criança suspira e diz: “Como eu amo a natureza!” E é mesmo incrível notar como a criança é extremamente sensível à natureza e a tudo o que a atinge. O que nos ajuda a educá-la para continuar amando e não cair na armadilha “da força da grana que ergue e destrói coisas belas” (Caetano Veloso). Biofilia é o que a criança tem de sobra e que falta a tantos adultos. A palavra tem origem grega. Bio significa vida. Philia, amor. Ou seja, amor à vida, instinto de preservação seja lá ao que for. Há vários anos, estudava com alunos de 8-9 anos os sistemas do corpo humano. Para deixar mais concreto sugeri que abríssemos um mamífero, mais especificamente, um rato. Afinal somos todos parecidos por dentro. A crianças ficaram  indignadas e horrorizadas comigo. Mas, gostaram da proposta e sugeriram abrirmos outro mamífero: um indigente já morto. Minha cabeça deu um nó por um bom tempo. “Preferir abrir um homem a um rato?!”, pensava. Então lembrei-me da biofilia, voltei ao olhar da infância e notei vários condicionamentos culturais construídos em mim. Afinal, só queriam trocar um vivo por um morto! Fazia sentido. Mas não abrimos nem homem, nem rato. Encontrei outras formas também eficientes. E novamente estava eu aprendendo e crescendo com as crianças.

7 comentários:

  1. Anônimo5/12/2015

    Ligia, que graça de foto! E amei o texto só prá variar. rsrsrsr
    beijo enorme
    Lucia

    ResponderExcluir
  2. Anônimo5/12/2015

    As crianças também me deram um nó!
    Aposto que essa foto foi naquela escola que tanto nos falou. Foi? Qual era o nome mesmo?
    bjs enormes da sua sempre aluna
    Fabi Santos

    ResponderExcluir
  3. Anônimo5/12/2015

    A D O R E I!

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo texto, cheio de reflexões. Isso que mais me encanta nas crianças! Essa pureza que elas carregam. Como aprendemos com elas… E você é um exemplo do jeito que interage com elas e do quanto ensina e aprende com isso. Muito obrigada pelas reflexões! E que tentemos recuperar essa pureza ou não deixar que ela se perca por ai. Te amo

    ResponderExcluir
  5. Anônimo5/15/2015

    Adorei o texto e a foto.
    Livia Kinoshita

    ResponderExcluir
  6. Anônimo5/15/2015

    Você é ótima! E seus alunos... melhores ainda!
    Ana Lucia Guimaraes

    ResponderExcluir
  7. Anônimo5/15/2015

    Qd uma criança está na praia ela se encanta pela força do mar e não quer mais ir embora para casa
    Carlos Bonifácio

    ResponderExcluir