25 de fev de 2015

139. EDUCAÇÃO PELO MUNDO: Índia e a metáfora do conhecimento.

Entrada da Biblioteca. Torre vista de fora. Vista da torre.

No Centre for Learning, em Bangalore, vi na biblioteca a metáfora da aprendizagem e da construção do conhecimento. Entrava-se pela porta principal, e ali via-se os livros em estantes em que todos pudessem ter acesso. E uma professora que explorava os livros com um grupo de crianças pequenas. (Como se naquele estágio servisse à apresentação do conhecimento e de suas possibilidades.) No meio do grande salão, via-se uma escada em caracol que levaria a um outro patamar, iluminado, sem tantos estímulos e voltados ao silêncio. (A apropriação do conhecimento requer luz, calma, degrau por degrau num espiral crescente enquanto apura-se em silêncio e individualmente o que se está aprendendo.) Desta parada, encontra-se outra escada. Agora  bem inclinada e reta que dá em um platô menor, porém também iluminado, e onde se encontra um baú. (Uma boa simbologia para "pousar" o conhecimento já apurado e apreendido.) E do baú, uma nova escada. Agora mais íngreme e difícil, terminando em uma pesada tampa que indicava levar para novo patamar. (Como se o conhecimento, sempre inacabado, precisasse cada vez mais de desafios para ampliar-se e se tornar apropriado). A tampa aberta levava para a torre de onde se tinha uma visão surpreendente. Daquelas de tirar o fôlego. (Assim como a aprendizagem que amplia a nossa percepção para o mundo, possibilitando novas visões e ações.) E no alto da torre, um sino. Como se fosse preciso avisar a todos: Consegui!

6 comentários:

  1. Parabéns Ligia ! De fato uma bela metáfora das diversas etapas da construção do conhecimento. Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como bem sabes adoro olhar o mundo por metáforas. kkk
      beijo enorme.

      Excluir
  2. Anônimo2/26/2015

    Adoro pessoas que olham metaforicamente. Que lindo!
    Um beijo no seu coração
    Patricia Freitas- Floripa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patricia, eu acho o olhar metafórico muito poético e repleto de lições. Amo.
      beijo grande

      Excluir
  3. Anônimo2/26/2015

    Lembrei das suas aulas. Que mágicas eram!
    Toco o sino!
    Um beijo, saudades
    Patricia Santos- Fafire

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Patricia, você me fez rir e chorar! Que bom é tocar sinos! um beijo, muitos beijos.

      Excluir