19 de ago de 2011

25- A PROTEÇÃO EXAGERADA.


 Já viu esta cena? "A criança leva um tombo, bate a cabeça na mesa e começa a chorar. A mãe coloca a criança nos braços, dá um tapa na mesa e diz: Feia!"  Eu já vi diversas vezes. É como querer educar o meio para receber de forma protegida o filho. Já viu mãe que belisca discretamente a criança que importuna o seu filho? Vamos ser sinceros. Quem já não viu? Ela o protege, doa a quem doer, tenha o tamanho que tiver. Conhece mãe que vai a reunião de escola, anota tudo o que foi atribuído ao filho para protegê-lo das responsabilidades? E, aquela que toma a frente nas decisões do filho para poupá-lo dos dissabores da vida? E, mãe que protege a criança diante dos desafios, ainda que este seja subir no sofá? Quem nunca se apressou e colocou a criança em cima sem saber que é um desafio importante ao seu desenvolvimento? Quem nunca viu uma mãe que quer controlar tudo? Conhece alguma? Poderíamos continuar a lista, e posso crer que cada vez mais estaríamos de frente a um espelho. Mãe é diferente, que me desculpem os homens. Creio ser coisa dos hormônios ou mesmo instintiva. Protegemos os filhos. Isso, no mínimo, garante a espécie. Todavia, bem sabemos que proteção em excesso desprotege. Como saber qual a medida certa e qual o momento exato para proteger em prol do crescimento e desenvolvimento do filho nos mais variados aspectos? O valor exato vai depender de que tipo de filho você quer e para que mundo. Encontre sua medida e proteja-o da proteção exagerada.

4 comentários:

  1. Anônimo9/13/2011

    Ana Lucia Guimaraes disse:

    A medida certa, eu não sei. Lo creio que el equilibrio y lo bom senso nos dejaria mas tranquilas. Besos....Te quiero mucho bem.KKKKKK
    22/08/11 13:14

    ResponderExcluir
  2. Ana,
    Mas o equilíbrio e o bom senso também são "medidas subjetivas". Por isso, a medida certa está em cada um. É uma questão bem mais filosófica que matemática. :)) beijos e também te quero muito bem.
    22/08/11 13:17

    ResponderExcluir
  3. Anônimo9/13/2011

    Paula Penteado: Ai menina, fazendo a diferença... Bjs
    22/08/11 13:18

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Mãe. Sou uma legítima filha da mãe. :)) beijocas
    22/08/11 13:19

    ResponderExcluir