17 de set de 2017

202. A VOZ DA MÃE DE CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

Ministro disciplinas em pós-graduação de Neuropsicopedagogia. Os alunos são na maioria psicólogos e professores que almejam ampliar seus conhecimentos por uma melhor mediação com estas crianças em prol de seus desenvolvimentos. E sempre há mães de crianças com necessidades especiais com o mesmo propósito. E ninguém melhor do que elas para nos dizer o que sentem, o que fazem, quais as dificuldades e as alegrias provenientes desta relação. Assim, convidei Willy a nos dar seu depoimento e ela topou.

Com vocês, Willy, mãe de Mary (13) e Anna Carolina (6).



Aos filhos especiais

Escuto muitas pessoas falarem sobre ser mãe de uma criança especial:
- Deus só dá filhos especiais para pessoas especiais...
- Só tem o fardo quem consegue carregá-lo...
Entre tantos outros dizeres pré-estabelecidos.
Vou de encontro a tudo isso! Vou contar minha historinha!
Sou Wylly mãe de Mary (especial), que nasceu aos 8 meses, cesariana e só a mamãe Wylly que não ficou bem, mas a filhota estava muito animada para descobrir o mundo. Esse pequeno ser, ao nascer, me ensinou a amar minha mãe. Eu não fazia ideia do que era o amor de mãe, até que comecei a amar como uma mãe. Agora, toda ação de minha mãezinha é compreendida com sublimidade e amor. Esse pequena Mary, tão frágil e indefesa, veio ao mundo para me ensinar, me fortalecer e corrigir algumas falhas sobre o amor que eu desconhecia (respeito, paciência, renúncia e perdão). Eu aprendi a sentir o amor de mãe. E que grande oportunidade de sentir!
Ela é muito especial! Obrigada, minha filha especial!
Depois de 7 anos chegou Anna Carolina, Carol ou a TODA PODEROSA, como queiram chamar (especial). Carol nasceu prematura, seis meses, problemas no coração, problemas no pulmão, falta de oxigenação, lesão cerebral e um montão de “pias” durante sua vida (fisioterapia, hidroterapia...).
Carol me ensinou a amar o próximo! Eu jamais iria pensar em adaptador de banheiro se ela não tivesse necessidade de segurar- se, eu nunca iria ficar indignada com diagnósticos médicos se não fosse me oportunizado conviver com a AACD.
Carol abre meus olhos, me fazendo enxergar que ser diferente é tão mais especial que estar na normalidade. Faz você sair de seu mundo de mesmice e entrar no universo do outro, sentir o outro e suas limitações e lutar pelo outro por amor, sem querer nada em troca. Não sou eu que sou especial, mas elas!
Minhas meninas estão me lapidando a cada dia, elas estão me tornando mais humana, mais gente, mais consciente de mim, do mundo e do outro.
Filhas especiais, vocês me deram oportunidade de ver além, a não julgar, e, principalmente, amar sem limites. A crer que é possível ser feliz a todo momento!
Sobre ter necessidades especiais? Sabe o que eu acho?
Todos somos especiais!!

Willy

10 comentários:

  1. Realmente , só sabe o valor do fardo quem o carrega . Agora se nossa sociedade como um todo , tivesse outro olhar para esse fardo ele poderia ser mais leve.Parabéns Willy e mais amor por favor.

    ResponderExcluir
  2. Neuza Carvalho9/17/2017

    Wylly❤️... Admiração enorme por tu!!! A gente sabe da tua luta e te admira por não se vitimizar com ela. Ao contrário disso permanece lutando, trabalhando,pesquisando, conhecendo e vivendo cada etapa da vida de suas filhas especiais. Te amo prima❤️��.

    ResponderExcluir
  3. Que delícia compartilhar com vc minhas historinha!! Te amo prima!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Linda a sua história de vida Wylly. A sua pequena é privilegiada e ter uma supermãe como você. Que Deus continue dando sabedoria e saúde para você continuar essa linda missão..

    ResponderExcluir
  6. Faltou dizer que Carol ensinou que se come carninha purê e arroz às 5:00 da madruga! kkkkkkkk Parabéns pelo texto Wylly!

    ResponderExcluir
  7. Niviane9/18/2017

    Wylly,quando eu crescer quero ser igual a você!��

    ResponderExcluir
  8. Esse trio é todo especial! Lindas por dentro e por fora. Parabéns, Willy, por sua tranquilidade e por cada vitória diária. Amo e admiro todas vocês. Alzira

    ResponderExcluir
  9. Haiana9/19/2017

    Linda história, Wylly. Digna de que todas as mamães de plantão leiam... um show de mãe. Que leitura de mundo... ������������

    ResponderExcluir
  10. Sempre te admirei como mãe Wylly e pretendo não ser diferente. Tu é fera demais!!!

    ResponderExcluir