1 de mar de 2017

194. NÃO SE PERCA DE MIM!

Assisti ao tocante filme “Lion:  uma jornada para casa.”. Trata da história real de uma criança que se perde e não tem informações suficientes para ser ajudada a retornar. E por aí segue a história que é de arrepiar! Mas, quão fácil é perder uma criança! Quem já não perdeu ou não foi perdido? Ser ou estar perdido pode deixar uma violenta marca de medo, abandono, solidão, insegurança, vazio, que provavelmente acompanhará o ser ao longo do tempo. É uma experiência regada de instintos e poucos recursos para enfrentar a situação, que podem gerar ene possibilidades de destinos. Melhor evitar que a criança (e você) passe por este estresse, trauma ou mude completamente o seu destino como o de Lion. 
Segue algumas dicas mesmo que o seu filho seja muito pequeno. 
1- Faça-o memorizar o seu número de telefone ou o nome da rua ou do condomínio. Crie uma musiquinha do tipo: “Qual o celular da sua mãe? É XXXX-XXXX”. As músicas ajudam a memorizar e os gestos também. Exagere neles, as crianças gostam. “Perca” tempo com a memorização. E sempre repasse a música com a coreografia criada. 
2. Ensine o nome dos pais e peça para a criança os descrever e já corrija o que for necessário. Pois se o seu filho se perder, a primeira pergunta que farão a ele será sobre vocês. 
3. Quando sairem, independente de celulares, marquem sempre um ponto de encontro caso alguém se perca. Deixe as crianças o escolherem e avalie se está bom. De vez em quando reforce-o. Melhor prevenir do que remediar, já dizia o velho ditado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário