3 de jun de 2016

181. NOSSO FILHO DIZ DE NÓS.

video


Este vídeo encontrado no YOUTUBE (cerveja x mamadeira) mostra bem o quanto nosso filho diz e dirá de nós.
A criança nasce com bem poucas construções. Terá que aprender tudo do mundo, de si, do outro, de nós. Mas, incrivelmente, nos primeiros dois anos de vida passa de um ser quase inerte a um ser que, se tiver espaço, estará com dedo em riste a nos apontar e mandar. Em apenas dois anos! Isto nos mostra o poder da aprendizagem da criança pequena. Porém, aprende como uma esponja. Ainda não possui amadurecimento neurológico para refletir sobre o que aprende. E nem tem bagagem suficiente para fazer escolhas com autonomia. Eis aí o perigo. Pois, ela aprenderá e construirá a si e o que está ao seu redor a partir das experiências que o meio, em que se insere, lhe oferta. E sem dúvida, este meio diz e dirá muito de suas concepções, percepções e ações presentes e futuras. E, quem é o principal “meio” da criança pequena, aquele que dará a base para as suas construções? Nós, os pais. Quanta responsabilidade! Assim, sempre é bom ao educar os filhos, reeducar-nos conjuntamente. Pois, há sempre muitas coisas a rever em nós e é bom que façamos isso antes dos filhos dizerem de nós.

Neste vídeo, vemos os pais já enganando a criança. E assim, a crinça aprenderá. E usam a bebida alcoólica como estratégia! E assim ela aprenderá. Será que é muito difícil perceber que a nossa responsabilidade como pais é imesa!!!! Cuidemos, pois tudo forma. Trans-forma, re-forma, de-forma... o que irei propiciar?

3 comentários:

  1. Anônimo6/03/2016

    É lamentável ver esta cena. Obrigada prof. Lígia por estar sempre a nos alertar tão carinhosamente.
    Grande beijo com eterna admiração.
    Cris Santos

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6/03/2016

    Tenho uma vizinha assim e todos acham graça do que ela faz. Seu filho já está quase um monstrinho. Hoje eles riem, mas amanhã chorarão.

    ResponderExcluir
  3. Eu na verdade não penso em ter filhos, dizem que é porque já fui mediador de muitos (risos), uns dizem "é algo que não tem volta," mas vejo cada exemplo de pais, que tenho vontade de chorar. Mas, ser humano é ser humano, complicado.

    ResponderExcluir