18 de nov de 2015

171. VOCÊ JÁ DESENHOU O PERFUME DE UMA FLOR?


Estava em seminário com as educadoras Maddalena Todeschi e Loretta Bertani de Reggio Emilia (Itália), cidade reconhecida pela sua educação infantil. Em suas escolas há muita reciprocidade entre adultos e crianças, num clima de alegria e com liberdade para expressar o seu ponto de vista sem que haja julgamentos. “Quanto melhor este clima, mais cada um trará o original que há dentro de si.”, diz Todeschi, e que vai ampliando-se a partir das experiências. Também não há salas fechadas, mas diferentes espaços que se interligam possibilitando a construção ampla do que se aprende, bem como a sua revisitação. Espaços para desenho e pintura, construção, jardim interno e externo, cozinha, enfim uma escola repleta de possibilidades de aprendizagens e em movimento. Conto um episódio. Numa determinada turma e momento, discutia-se o desejo. Citarei duas reflexões dos pequenos. Veja que riqueza: “Quando eu desejo, minha mente se abre.” “Você pode comprar uma flor, mas não pode comprar o perfume dela.” Nossa! Como as crianças sabem dizer as coisas! Parei nestas frases por dias. Mas as crianças continuaram. Foram desenhar o perfume da flor! Alguém aí já pensou em desenhar o perfume? Eu nunca! Obrigada crianças por esta aprendizagem! Achei sensacional e os desenhos ficaram maravilhosos. Concluo que cabe sim ao adulto “provocar” as crianças para que ampliem o conhecimento de si, do mundo e percebam o que não se mostra ou nomeia. Mas cabe principalmente deixar-se ser provocado por elas. Vou lá desenhar o meu perfume.

7 comentários:

  1. Anônimo11/18/2015

    Sempre aprendendo.
    beijo grande prof querida
    Lia

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11/18/2015

    Incrível como temos tanto para aprender com as crianças. Que olhar fantástico o delas e o seu. Sua sempre fã,
    Cris Santos

    ResponderExcluir
  3. Que lindo! Fiquei até arrepiada ao ler seu relato, Lígia. As crianças são iluminadas mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Inpressionante como somos tolhidos por nossos condicionamentos...e como o olhar infantil é livre, provocante, simples e complexo. Obrigado, Profa, por nos proporcionar está visao

    ResponderExcluir
  5. Anônimo11/22/2015

    É mesmo de arrepiar. Vou agora mesmo desenhar e pintar o meu perfume.
    beijos Prô querida!!!! Te amo!
    Lia Mattos

    ResponderExcluir
  6. Queridos,
    Estar atento aos olhares das crianças só pode nos trazer ganhos e nos fazer voltar à nossa essência.
    Grata pelos comentários. Sempre dão vida ao texto. Adoro!
    beijo grande

    ResponderExcluir
  7. Olá Lígia
    Linda postagem. Aprendemos muito com as crianças. Bjs querida.

    ResponderExcluir