4 de ago de 2014

111. EDUCAÇÃO PELO MUNDO VIII: Finlândia: Inclusive, educação inclusiva.


Para uma sociedade igualitária, a Finlândia aposta, inclusive, na educação inclusiva. Sabem que a dificuldade de aprendizagem pode colocar o sistema educacional em risco. Então ficam atentos e cuidam para que os alunos tenham uma boa base e não fiquem com lacunas. A cada dois alunos, um vai para as aulas de reforço, por ter mostrado alguma dificuldade. Ou seja, não deixam gaps! Se ainda assim o aluno não vai bem, é feito a ele um programa especial com duração de seis semanas. Se funcionou, volta ao ensino regular. Se não, um novo programa é elaborado, totalmente individualizado, com materiais feitos para o seu perfil, no qual pais, professores, médicos, psicólogos participam. E, há ainda, a classe de baixa motivação, para  alunos que não querem aprender, com uma equipe especializada em ajuda-los a querer e a gostar de aprender. Mas, apenas 4-5% possuem realmente problemas de aprendizagem, porcentagem que é mundial. E este número vem diminuindo devido ao trabalho precoce que fazem já na Educação Infantil. No Brasil, esta porcentagem é bem maior. Resolvemos o problema dopando nossas crianças? Quantas delas tem reais problemas de aprendizagem? Quantas são apenas problemas de ensinagem? Sei que meus ouvidos ouviram e meus olhos viram que os finlandeses fazem o máximo para que o aluno possa integrar-se no programa de ensino geral e quase não há reprovação. É sem dúvida um país igualitário! Atenção escolas, professores, pais!!! Inspiremo-nos neles!

13 comentários:

  1. Anônimo8/04/2014

    Sempre adorada professora Lígia,
    Como fazer isso no Brasil?????
    beijo grande
    July

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi July! Quanto tempo!!!! Tudo bem com você?
      Como fazer aqui? Mudando a nossa cultura imediatista, oportunista, da falta de confiança e responsabilidade. Mudar é possível. Quem anda de carro hoje sem cinto de segurança? Quem fuma em lugar fechado? Quem não aceita a diversidade? Claro, sempre há exceções. Mas, a mudança é possível.
      um beijo grande e saudades

      Excluir
  2. Anônimo8/04/2014

    "Se todos fossem no mundo iguais a você!"
    Vinícius

    ResponderExcluir
  3. Anônimo8/07/2014

    Que sonho, nosso Brasil não passa nem perto muito triste!
    Caroline Mello Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroline, sabe qual o nosso maior sabotador? Nós mesmos. Não confiamos em nós e na nossa capacidade de mudança.
      beijo grande

      Excluir
  4. Anônimo8/07/2014

    Até suspirei aqui Ligia Pacheco, que seja breve esta mudança. Nossas crianças estão sofrendo!! Bjks pra vcs
    Raquel Costa Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel, suspiremos sempre, mas transpiremos também.
      ps: Continuam fazendo as trilhas maravilhosas?
      bjs bjs

      Excluir
  5. Anônimo8/08/2014

    Parabéns Ligia, pela otima pesquisa.


    Paulo T.Takeuti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo queridíssimo,
      Obrigada. Você me é o maior exemplo de que mudanças são possíveis. Bravo! Sou sua fã.
      beijo grande

      Excluir
  6. Para quem interessar mais informação sobre os sistema de educação finlandês aqui pose se encontrar. Infelizmente está em inglês. http://www.cimo.fi/instancedata/prime_product_julkaisu/cimo/embeds/cimowwwstructure/27467_Finnish_education_in_a_nuttshell.pdf

    ResponderExcluir
  7. Aqui nesse link pose ser encontrado uma apresentação em pdf sobre o modelo educacional Finlandes. Também em inglês. http://ims.mii.lt/ims/files/EducationmodelFinland_Marianne.pdf

    ResponderExcluir
  8. Anônimo9/27/2014

    Babando pela Finlândia, apesar de amar o meu Brasil, a minha Bahia, a minha Salvador...Muito legal suas publicações. Que viagem deliciosa e obrigada por compartilhar conosco. Bjs, PatVal.

    ResponderExcluir