7 de jun de 2014

104. EDUCAÇÃO PELO MUNDO I: Primeiras Impressões


Tulipas
Estive no mes de Maio em pesquisa educacional na Finlândia e Rússia juntamente com uma delegação de educadores. Nosso país é campeão nas últmas colocações do ‘Programa Internacional de Avaliação de Estudantes‘ e por isso fomos conhecer de perto, e aprender, o que os países com bons resultados fazem. No ano passado, fomos a China uma das mais bem colocadas no ranking. Veja as postagens de número 70 a 76. Agora, nos próximos posts tratarei do que percebi e aprendi nas visitas em escolas e universidades, e na participação em seminários sobre o sistema educacional destes países, e as consequências desta educação na vida dos alunos e da própria sociedade. Primeira parada: Rússia.
Moscou e São Petersburgo, as cidades visitadas, são magníficas nos monumentos arquitetônicos mostrando riqueza, história e arte. E o seu povo, produto da educação que recebe, mostrou-se bem educado, amável, discreto e disciplinado. Vê-se pouquíssima obesidade, um povo bem arrumado, inclusive os alunos. Fiquei a pensar se uma vestimenta interfere na organização escolar. Mas vê-se também depressão, prostituição e problemas de alcoolismo. O clima afeta sim as histórias de vida. Impressionou-me ainda os jardins e a limpeza, especialmente em Moscou. Não vi um papel no chão por onde andei, e notei pouquíssimas lixeiras. E em meio ao trânsito intenso, via-se lindos canteiros de tulipas e muitas macieras floridas. Eu que já desenhei tantas macieiras na escola, dei-me conta de nunca havia visto uma. Mas nem tudo são flores apesar da primavera. Aguardem a próxima parada.

Arquitetura - Igreja de São Basilio
Limpeza do Metrô-Museu
As Macieiras em flor
A elegância das crianças
                                              

6 comentários:

  1. Que bom Ligia receber esse tua perspectiva em palavras e imagens. Já aguardo o próximo post.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6/24/2014

    Olá Lígia,

    Você nem conseguiu respirar? Gostei muito do 1o blog introdutório. Como vc disse, a definição é curta e grossa.
    Oswaldo Tavares

    ResponderExcluir
  3. Anônimo6/24/2014

    Ver o empenho de educadores para melhorar a educação do nosso pais, nos dá muita esperança que possamos um dia ter uma educação de qualidade para todos.
    Um abraço
    Rosane

    ResponderExcluir
  4. É muito bom e vivo ter o comentário dos leitores. Que concordem ou discordem, o importante é manter o diálogo em prol de uma educação de melhor qualidade. Abraços e obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo6/24/2014

    Gostei muito das primeiras impressões.
    Abraços,
    Adhemar

    ResponderExcluir
  6. Anônimo9/27/2014

    Curiosa para as próximas. Nada nem ninguém é totalmente bom e nem totalmente ruim. E viva ao equilíbrio. Bjs PatVal

    ResponderExcluir