23 de nov de 2011

44- PASSOU OU REPETIU?

Chega o final do ano. Muitos pais e alunos ficam apreensivos: Passou ou vai repetir o ano? Claro que isto importa, mas há que tomar muito cuidado com o que está acontecendo. Vejo inúmeros pais oferecendo aos filhos presentes caríssimos caso eles passem de ano. E tantos outros, ameaçando os filhos caso repitam o ano. É preciso ficar claro para o seu filho o porquê ela vai à escola e para que ela serve.  E então, que seu filho tenha consciência, assim que possível, de que ele é o responsável primeiro pelo seu desenvolvimento.  Não basta ofertar o melhor, se o filho não sabe aproveitar e se não percebe que para aprender é preciso atenção e interação com o que aprende. Por isso, sou contra a barganha. Afinal, se a escola serve para que ele desenvolva, entre outras funções, é bom que ele perceba que ela é um privilégio em sua vida. Mas, se troco o boletim por presente, a sua meta será outra, isto é, o presente, e não as aprendizagens que o possibilitam ampliar a si e ao mundo. E, se seu filho não vai bem na escola e está prestes a repetir é preciso investigar o porque disto e não simplesmente puni-lo. Vamos supor que ele não goste de estudar. Se isto acontece é bem provável que ele não esteja vendo sentido naquilo tudo. Não se aprende por decreto, nem por imposição. E nem adianta dizer que se ele não estudar não será alguém na vida. Olhe em volta e verá que isto não é verdade. Converse com o seu filho, converse com a escola, ajude-o a perceber o quanto pode ser maravilhoso aprender, crescer e desenvolver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário