28 de set de 2011

35- MAS MEU FILHO NÃO COME NADA!

Conheço muitos pais que vivem em guerra durante as refeições. Já chegam cansados a mesa, pois sabem as batalhas que os esperam. Os filhos não comem nada, não querem nada, não gostam de nada. Os pais barganham, prometem presentes ou deliciosas sobremesas após o prato findo. Mas, o tempo passa, o prato não esvazia, a paciência esgota-se e logo instaura-se um clima de tensão, briga e desafeto. Muitos pais cedem, e dão ao filho o que ele quer em prol de um encontro mais agradável e rápido. Mas, cuidado, conheci um menino, hoje com 22 anos, que ainda só come arroz com ovo frito. Mas o que fazer? Claro que quanto mais velho, mais difícil mudar, embora não impossível. Vamos primeiro entender o que acontece. A criança não nasce gostando disso ou daquilo. Ela aprende. E quem ensina? É duro dizer, mas se o seu filho não gosta de nada, é bom rever como você está o educando. O que e como tem ofertado? Deixa ele escolher o que quer? Vamos lembrar que para ter esta autonomia é preciso antes conhecer os alimentos e ter noção do que é bom ao desenvolvimento e à manutenção do corpo. Não dá para uma criança pequena decidir o que comer. Oferecer prêmios funciona, mas não é boa estratégia, pois condiciona, não educa. Melhor virar a mesa e recomeçar. De início será difícil, e a criança não irá querer comer. Mas, melhor deixá-la com fome a substituir o prato pelas “porcarias” que ela gosta. Você acredita que um danoninho vale por um bifinho? Mude, insista, persista e verás a diferença.

4 comentários:

  1. Anônimo10/03/2011

    Paula Dantas:
    Lendo a segunda dica lembrei do meu sobrinho de 4 anos Lígia, ele ñ gosta de comer feijão e verduras. Toda vez é uma luta para ele comer!kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Esta é a história de várias crianças. O seu sobrinho não é o único, pode ter certeza. Divulgue o blog à mãe dele. Veja se ela concorda com o que escrevo. Se não, diga para colocar-se. O importante é a gente conseguir dar conta da educação de todas as áreas destas crianças. Uma educação integral não é fácil. beijocas e saudades e obrigada pelas contribuições. Você é um doce de pessoa.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo10/04/2011

    Adriana Leão Marson Ferreira e Paula Dantas curtiram isso.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Adriana Leão Marson Ferreira e Paula Dantas. Tenham um bom dia.

    ResponderExcluir