23 de mai de 2011

1- UM NOVO MUNDO

Antes mesmo de o bebê nascer, já sabemos que adentramos num novo mundo. Novas sensações, apetrechos que nem sabíamos que existiam, mudanças visíveis na casa, no corpo, no modo ver o mundo. E, ninguém escapa das dicas vindas de todos os que te conhecem ou não. Como fazer para ter mais leite, detectar e resolver cólicas, amamentar, fazer o bebê dormir, ler suas expressões faciais, ou seja, como fazer tudo. Engraçado, pois não vemos as pessoas dando dicas aos profissionais assim como fazem com os pais. Maternidade e paternidade não é profissão, mas sem formação, acabamos aprendendo a ser pai e mãe enquanto vamos sendo. Sem conhecimentos específicos, nem estágios supervisionados, vamos aprendendo pela experiência, própria e alheia, e fazendo os ajustes necessários, que parecem ser cada vez mais complexos. Talvez esta falta de formação seja a razão de encontrarmos tantos “supervisores” em nosso percurso. Mas o fato é que, em qualquer área, sabe-se que o conhecimento amplia a percepção do sujeito, traz maiores possibilidades de ação e aumenta as chances de acertar. Isso vale para todos, inclusive aos pais. Quanto mais se conhece da criança, de como ela percebe e interage com o mundo e com os outros, de como constrói a realidade e a si, de como se desenvolve, enfim, quanto mais se conhece deste novo mundo e ser, maiores as chances de acertar e aproveitar o pleno desenvolvimento do seu filho. Quer saber mais? Esta é a intenção do blog. Siga então esta idéia. 

Um comentário:

  1. Anônimo8/25/2012

    Conhecer mais do mundo em que vc vai viver daqui pra frente, já ajuda e muito. Parabéns pela idéia do blog. Valéria

    ResponderExcluir