31 de mai de 2012

53- TRUQUES PARA FAZER SEU FILHO DORMIR


Seria mesmo bem mais fácil se uma criança nascesse com um manual de instrução. Para fazer dormir então, nossa, levante a mão quem não queria um fórmula mágica! Mas, se manuais existissem, com certeza seríamos menos criativos.
Tenho um amigo que, quando criança, tinha como tarefa ser responsável pela irmã mais nova. Como também era criança e não tinha paciência, arrumou logo um jeito de fazer a irmã dormir. Colocava-a num bebê conforto virado para o sol. Os olhos da pequena não conseguiam ficar abertos por mais que tentasse. Rapidamente, a pequena dormia. Oh dó!
Eu cantava para as minhas filhas e alisava as sobrancelhas bem lentamente. Dica de tia. Mas, talvez dormissem para que eu parasse de cantar logo. Porém, olhando por aí, a gente vê cada estratégia interessante, engraçada e até umas que dá tontura só de ver. Outro dia vi uma mãe que sacodia tanto a criança, que fiquei com medo do cérebro do bebê sair voando.
Mas, e você, como se vira?
Assista ao vídeo abaixo, são menos de dois minutos. São 7 truques para fazer o bebê dormir. E, veja como a maternidade nos deixa criativas. 



video

18 de mai de 2012

52- ÓCULOS DA CRITICIDADE


Quando dava aula para crianças havia uma novela que os hipnotizava. Ninguém conseguia terminar as tarefas, a concentração foi para o espaço e o assunto da aula, por mais interessante que fosse, acabava no capítulo do dia anterior. Os pais não sabiam mais o que fazer, pois não era um programa muito educativo. Mas, proibir por proibir não gera resultados.
Percebi que as crianças estavam passivas ao programa, não refletiam, nem digeriam nada, apenas, como esponjas, absorviam o que viam, ouviam e facilmente reproduziam. Então, fizemos um exercício de reflexão e criticidade. Imaginamos nos colocando óculos que ajudavam a ver para além do que aparece ou aparenta. Exercitamos esse olhar e discutíamos o que víamos. Por dias fizemos isso, até que passei nova atividade: Assistir o capítulo da novela com os óculos da criticidade para discussão no dia seguinte. Eles mal podiam acreditar. Novela como tarefa? Sim.
A novela passava-se numa escola, e naquele capítulo, um dos alunos havia feito algo errado e conseguido com que a professora, bem camarada, o ajudasse a esconder o fato dos pais.
Foi uma delícia vê-los discutindo valores, ética e construindo conceitos para a vida. Aos poucos foram percebendo o que estava por trás de cada programa e de tudo o que se passava ao redor. A novela acabou perdendo a graça, mas os “óculos” permaneceram aumentando-lhes a percepção à vida. Continuamos exercitando e fortalecendo o pensamento crítico para que suas cabecinhas não fossem entregues, de bandeja, a quem quer que fosse.
imagem: blog.eotica.com.br

11 de mai de 2012

51- DIA DAS MÃES, QUE DIA É ESSE?


Sabemos que esta data é uma jogada de marketing das boas, como tantas outras datas “especiais”. Somos mães apenas no segundo domingo de Maio? Tudo bem, alguém deve estar me contestando: Mas não é bom? Juntamos a família, os filhos nos presenteiam, somos de certa forma mimada nesse dia. Basta ver a loucura que ficam os restaurantes de qualquer cidade. Hum... Será que nos veem como cozinheiras em dia de folga? E as propagandas? Tudo o que diz “do lar” é massacrado aos consumidores como excelentes presentes. Alto lá! É dia das mães!
O que tem sido ser mãe para a nossa sociedade e para cada uma de nós? Tem o consumismo nos ditado o que fazer e o que ser? E, no dia seguinte, o que será ser mãe?
Nunca vi definição de mãe que conseguisse dar conta do que realmente somos. Chego até a conclusão que não é possível definirmos. Que amor é esse que sentimos? Que capacidade de doação é essa que nos abraça? Que força é essa que nos impulsiona? Somos tudo em um único ser. Sem diploma conseguimos ser médica, enfermeira, nutricionista, contadora, administradora, psicóloga, pedagoga, advogada, dançarina, marqueteira, motorista, conselheira. Quem há de negar que somos tudo isso e muito mais? Transformaram-nos em um dia?
Mães, façamos valer todos os nossos dias e que eles sejam diariamente comemorados. Valorizemo-nos para sermos valorizadas. Felizes DIAS das mães!